terça-feira, 13 de novembro de 2007

inquietação

foto de katia chausheva


(...) Vou passar a noite a Sintra por não poder passá-la em Lisboa,
Mas, quando chegar a Lisboa, terei pena de não ter estado em Sintra.
Sempre esta inquietação sem propósito, sem nexo, sem consequência,
Sempre, sempre, sempre,
Esta angústia excessiva do espírito por coisa nenhuma.
Na estrada de Sintra, ou na estrada do sonho, ou na estrada da vida...


(Alvaro de Campos)


também aqui

1 Comment:

Scoya said...

Somos insatisfeitos, por norma.
Como diz o António Variações, e muito bem, "Estou bem, aonde eu não estou, porque eu só quero ir, aonde eu não vou."