quarta-feira, 7 de novembro de 2007

A noite aconteceu aqui...

A noite aconteceu por aqui...escureceu o meu quarto com rapidez e sem pedir licença! Com ela veio o silêncio cheio de segredos, de lamúrias dos apaixonados, de estratégias dos criminosos, de pecados das prostitutas ...A noite é imensa, está repleta de tudo e de nada.





A noite trouxe-me a escuridão áspera que me fere a pele. Trouxe-me os pensamentos longos e distantes acorrentados no porão do passado! As recordações caem como gotas de chuva no vidro da janela embaciada.





Finjo dormir para enganar a saudade que ecoa ao fundo do ventrículo direito. Ela chama por mim como uma louca!Parece um lobo a uivar! Não quero escutá-la, quero fugir, fingir se não consigo esquecer! Deixa os meus poemas sentirem essa saudade, não eu!





Uma sombra começa agora a surgir na parede vazia do meu quarto. Não são fantasmas nem a Morte!










É o dia que me vem salvar!





@Thunder



Publicado
AQUI

2 Comments:

Scoya said...

Como eu ADOREI este texto...
Senti cada palavra como aquela pontada no ventrículo e subscrevo-as...
Muito bom, MESMO!

Thunder said...

OBRIGADA,SCOYA PELO SEU COMENTÁRIO!