domingo, 25 de novembro de 2007

Maestro Edipiano







Eu te amo (Com Chico Buarque e Telma Costa)

"Todas as vezes que Tom abriu o piano, o mundo melhorou. Mesmo que por poucos minutos, tornou-se um mundo mais harmônico, melódico e poético. Todas as desgraças individuais ou coletivas pareciam menores porque, naquele momento, havia um homem que se dedicava a produzir beleza. O que resultasse do seu gesto de abrir o piano - uma nota, um acorde, uma canção - vinha tão carregado de excelência, sensibilidade e sabedoria que, expostos à sua criação, todos nós, seus ouvintes, também melhorávamos como seres humanos."
Ruy Castro - A Onda que Se Ergueu no Mar

3 Comments:

Scoya said...

Este homem fascina-me...

riverrun said...

A mim também. É uma pena que aqui no Brasil, terra de Jobim, Villa-Lobos e Chico as pessoas prefiram rock barato, forró, funk e brega. Moro num país ingrato e sórdido.

Scoya said...

Não sejas tão cruel assim.
A maioria não significa a exclusão de uma minoria significativa. Procura bem e acharás. Tenho amigos daí que muito gostam de Chico ;)