quarta-feira, 14 de novembro de 2007

A GRANDE CAVALGADA


Natureza viva por Frederico Fonseca


Na minha cidade
Já não se beija com os olhos
E anda tudo cego
Num frémito rectilíneo

Mário Lisboa Duarte

Margem d'Arte (todos os direitos reservados)

2 Comments:

PJ: said...

Gosto do corte rígido da silhueta da 'cidade' a contrastar com o fundo.

Bom trabalho!

Pedro José

cuotidiano said...

Belo "todo" de imagem e poesia. Parabéns, "marginais"!

Abraço