segunda-feira, 7 de abril de 2008

Se o amor cegar...deixa-o por aí a andar à toa





Se um dia aprenderes a amar-me
até à raiz mais profunda
que albergo no fundo do peito
talvez encontres uma árvore florida
plantada na areia seca
que tanto sopras nos teus passos...

Deixa-me rodopiar um bocado
nas pontas dos dedos...
ser bailarina tonta
em cima da varanda
a um palmo de mão
prestes a cair...
Vou desenhar nas paredes
o sol dos meus verões
para esta chuva maldita secar ...

Se um dia desaprender a falar
e a minha boca
para ti se calar...
ouve-me nos gestos...
porque os gritos
levo-os sempre maquilhados no rosto...

Deixa-me brincar ás escondidas
com os sentimentos que abandonei por cobardia
atrás das cadeiras da sala...
enrolar as batidas do coração
nas dobras dos tapetes...
partir essas tuas dúvidas
com toda a força no meu chão.

Se um dia descobrires este amor palpitante
que trago estampado nos seios
que apertas de olhos fechados...

Se um dia adivinhares as cores
com que a minha língua
te pincela a pele
para pintar o teu corpo
com arco-íris endiabrados...

Se um dia esqueceres as tuas ânsias
e encontrares os teus desejos
nas primeiras páginas
do livro que já lês
à tanto tempo...



Talvez saibas inventar
outras histórias
onde as lágrimas estejam
para sempre perdidas...
estou tão cansada
de ver sempre morrer as esperanças
a duas páginas do fim.

Ai se estes sorrisos
que vês a decorar as folhas
soubessem ser uma razão
para não pensares ainda
como seria escrever um final feliz...



Mas deixa-me rodopiar mais um pouco
no escuro dos teus dias...
ser bailarina tonta
e dançar na tua boca
até o teu amor chegar...
Depois pegas na caneta...


Daniela Pereira
Direitos Reservados

Imagem por DeviantArt
Coffee for Mister Klimt by *Floriandra

2 Comments:

ana maria costa said...

Gostei muito deste poema, POEMA.

gostaria de convidar a poetisa a participar na minha lista de literatura "Amantedasleituras" é digna dela.

Obrigada

Ana Maria Costa
http://ana-maria-costa.blogspot.com

blueiela said...

Olá Ana Maria

Antes de mais, muito obrigado pelo apreço e pelo convite...que irei aceitar com todo o prazer.
Vou então, visitar o teu espaço para conhecer a tua ideia um pouco melhor,está bem?
Deixo também o convite para que visites o Devaneios azuis...o meu espaço de poesia

http://devaneiosazuis.blogspot.com/

cumprimentos

Daniela Pereira