quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Não resolve!

"Não resolve!"

Cortar a língua não resolve
quando muito impossibilita em termos práticos
mas não resolve

Porque:
enquanto houver vento, e porquanto sensações

enquanto houver nuvens, e porquanto lágrimas
enquanto houver sol, e porquanto alegrias
enquanto houver sorrisos, e porquanto felicidade em potência...

haverá naturalmente coisas por dizer
quer em vida, quer em morte
quer de língua, quer directamente da alma.


Tiago Nené (direitos reservados)



PS: não esquecer: este sábado apresentação do meu livro Versos Nus, na Fnac do Algarve Shopping (Guia), às 16 Horas. Quem faltar leva processo disciplinar:P

2 Comments:

Anónimo said...

E eu com uma paleta de mil cores
coçando os colhões
prestidigitalizando minhas fantasias

Não resolve
é punheta

in "O fiel amigo - Poemas de Natal com cães de raça", livro que ficou por publicar de Alguém da Oliveira

Scoya said...

Já levo dois.
Um por não ter comparecido e outro por não ter publicitado!
Que desnaturada, eu...