quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Mariza, no Funchal

Amanhã, dia 23, às 22 horas, Mariza estará no Funchal, a erguer a voz à gente da minha terra. Felizmente, já não fui a tempo de conseguir bilhete, ainda que o fizesse com antecedência. Sim, felizmente. Só prova que há vozes que nenhum recinto pode conter.



É meu e vosso este fado
Destino que nos amarra
Por mais que seja negado
Às cordas de uma guitarra

Sempre que se ouve o gemido
De uma guitarra a cantar
Fica-se logo perdido
Com vontade de chorar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que recebi

E pareceria ternura
Se eu me deixasse embalar
Era maior a amargura
Menos triste o meu cantar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que recebi

1 Comment:

Carla Soares said...

Encontrei por acaso este blogue e é justamente o tipo de assunto que me interessa, tenho dois blogues onde gosto de escrever algumas ideias num e no outro escrevo esporadicamente alguns textos de minha autoria e relato/anuncio diversos eventos culturais e artísticos não só do nosso país como do mundo em geral.
Por este motivo foi com muito entusiasmo que descobri este blogue, irei colocar o link nos mais dois blogues e visita-lo frequentemente.
Como actriz de teatro, espero ver por aqui muitas informações e boas novidades sobre o tema.
Um abraço e sucesso.

Carla Soares

Ps: seria um prazer um dia poder colaborar convosco.